Você está aqui: PromoveFácil » Marketing » Globalização e Ambiente de Marketing

Globalização e Ambiente de Marketing

Globalização

Muito se fala em globalização, mas será que você sabe exatamente o que significa isso? Ela pode ser entendida como um processo de convergência tanto entre as pessoas, quanto entre os países, que se intensifica cada vez mais e se manifesta de muitas maneiras. Uma das formas de entender é a formação de blocos econômicos, em que alguns países estabelecem normas para facilitar o comércio entre eles.

O próprio advento e desenvolvimento da internet está tornando a globalização mais visível, pois permite o contato entre pessoas e empresas que estão localizadas em diferentes partes do mundo, de maneira rápida e muito eficaz.

Com essa nova tendência, as empresas precisam cada vez mais adaptar seu modelo de administração à lógica global, pois esse é o único caminho para o sucesso e a excelência. É necessário ter uma visão macro da realidade, não mais restringir os pensamentos e ações apenas à comunidade em que está inserida. O próprio capitalismo, que é o sistema vigente, está intimamente ligado à globalização.

Ambiente de marketing

Dentro das corporações, um dos elementos que mais sofre as influências diretas da globalização é o ambiente de marketing. Consiste em absolutamente tudo o que está ao redor da empresa, todos os elementos e fatores que interferem em suas atividades. Para sua melhor compreensão, o ambiente de marketing pode ser dividido em dois tipos: o microambiente e o macroambiente.

O microambiente, como o próprio nome já sugere, diz respeito ao que acontece diretamente dentro da empresa, ou seja, àquilo que pode ser mensurado e controlado pelos gestores, como, por exemplo, as formas de melhorar o atendimento ao cliente, a escolha do fornecedor de matéria-prima, o controle da produção e liberação de lixo e a avaliação da concorrência.

Já o macroambiente de marketing é considerado todos os fatores externos, como os econômicos, políticos e demográficos que possam interferir dentro da empresa, mas estão fora do alcance dos gestores. Um exemplo são as crises econômicas, supondo a quebra de um banco nos Estados Unidos, uma indústria brasileira pode sentir os prejuízos, por causa da globalização, que interliga a economia de todos os países, e os administradores não podem evitar.

É interessante perceber que tudo funciona como uma grande cadeia, em que as ações geram reações em locais distantes. O objetivo de qualquer corporação é crescer, expandir seu mercado e seus domínios, mas quanto mais ela cresce, mais exposta fica aos efeitos do macroambiente de marketing, isto é, mais suscetível a receber as interferências de fatores externos e sem poder controlá-los.

Por isso, é ainda mais necessário para as empresas contar com equipes de gestão e administração compostas por bons profissionais, que saibam como se posicionar em situações de crise, que consigam enxergar além do mais óbvio, antecipando as tendências, interpretando os cenários não apenas dentro da empresa, mas do mundo todo. Colaboradores que entendam o que está acontecendo na política e na economia da sociedade como um todo, prevendo quais podem ser as consequências disso e qual o caminho mais adequado que a empresa deve seguir.

Fábio Pereira
Últimos posts por Fábio Pereira (exibir todos)