Marketing Contra-intuitivo

Importância do marketing

Um dos setores mais importantes que existem dentro de empresas que almejam o crescimento é o de marketing. Ele engloba toda e qualquer estratégia e procedimento que tenha como objetivo aumentar as vendas, seja mediante técnicas de divulgação, pesquisa de mercado, desenvolvimento do produto, distribuição, pontos de venda. As ações de marketing são planejadas para vender e esse é o foco de todas as corporações que têm fins lucrativos, daí a importância desta área.

Exatamente devido a esta relevância, que ao longo dos anos profissionais vêm desenvolvendo estratégias diferentes de marketing para que sejam aplicadas por cada empresa, de acordo com a sua política e características. Os gestores dispõem de inúmeras ferramentas para levar seus produtos ao público de forma atrativa, para que sejam adquiridos em larga escala.

Marketing contra intuitivo

No entanto, infelizmente, mesmo com tantas possibilidades de realizar um trabalho de marketing eficiente, a partir de pesquisas aprofundadas, estudos de mercado e planejamento do produto, muitas empresas ainda caem na armadilha de apostar no “feeling”, ou seja, acreditar que a simples intuição é capaz de sustentar uma organização no mercado. Além disso, são observadas táticas repetitivas de marketing, ficando claro que muitos apenas observam o que a concorrência faz e atuam de forma parecida, sem considerar que cada empresa deve respeitar as suas características específicas.

Faltam ideias inovadoras, que possam realmente chamar a atenção do público, ações atualizadas de acordo com as transformações que o próprio tempo operou na sociedade, desse modo, o marketing acaba não atingindo os resultados esperados. Na verdade, a culpa não é do marketing em si, mas sim da forma como ele tem sido exercido por profissionais que não parecem capacitados e comprometidos com o sucesso da empresa em que trabalham.

Para evitar este tipo de situação, a tendência é apostar no marketing contra intuitivo, pois a intuição só traz efeitos satisfatórios em casos muito raros. As ações que constituem este tipo de marketing são baseadas em estudos, pesquisas de mercado, organização, planejamento, estabelecimento de metas e metodologias para atingi-las. Ou seja, estratégias conscientes e devidamente embasadas, que culminam em planos eficazes que têm grandes chances de beneficiar os lucros e o posicionamento da empresa.

Outro ponto a se considerar é que a intuição acaba sempre focando no curto prazo. É como se os instintos do gestor naquele momento fossem capazes de resolver aquele problema. Já quando o marketing é bem planejado e solidamente fundamentado, trará medidas para curto, médio e longo prazo, ou seja, é muito mais eficaz.

O marketing deve ser levado com a mesma seriedade de qualquer outra área empresarial, por isso, deve ser todo construído a partir de dados palpáveis, que possam ser controlados e contabilizados. A intuição pode fazer parte da metodologia, desde que seja acompanhada de planejamento e organização. Afinal, de nada adianta ter um produto de qualidade, se ele não for bem vendido para o público. Se você é empresário, invista em um bom setor de marketing com profissionais que saibam elaborar estratégias baseadas na realidade.